quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Você pode vencer a tribulação (Mensagem do Pr. Fanini)

Texto: Jó 14:1
Introdução: Deus nos fez de tal maneira que precisamos de socorro de algo maior do que nós e a ima de nós. Nossas energias têm bateria de pouca duração.
Por isso, a menos que tenhamos ajuda do alto seremos derrotados pelas coisas que estão em torno de nós.
Problemas chegarão à nossa porta, cedo ou tarde. Uma doença. Um ente querido que amamos parte. Talvez uma crise conjugal. Financeira. Profissional. A crise é o preço de fazer parte da raça humana. Homo sapiens. Deus não tirou os jovens hebreus (livro de Daniel) da fornalha ardente. Ele entrou com Sadraque, Mesague e Abdenego.
Deus trabalha assim: não pela eliminação do problema mas fortalecendo a pessoa para enfrentar com sucesso o problema. O nosso texto Jó 14.1 resume todo o livro de Jó:
E quem é o homem? O homem nasceu com uma vontade livre. O homem é algo extremamente passageiro.
Você é capaz de aprender como aplicar soluções divinas às situações humanas. A razão de estarmos vivendo na iminência de uma catástrofe, basea-se no fato de aplicar Infelizmente não aprendemos como aplicar a técnica divina e utilizá-la em cada situação da existência humana. A técnica não apenas está disponível como pode ser aplicável a cada problema que enfrentarmos.
A promessa de Romanos 8:28 é como uma receita de bolo. Um bolo é a reunião de vários ingredientes: farinha, leite, ,manteiga, açucar. Não é o açucar que faz o bolo. Nem o leite. Nem a manteiga. É a massa produzida por tudo isso que faz um bolo. Assim como juntamos todos os ingredientes e dele fazemos um bolo, Deus é capaz de reunir todos os problemas e todas as dificuldades e tirar disso um grande partido. Cabe a nós colocar todos os nossos problemas nas mãos de Deus.
I. POR QUE TEMOS PROBLEMAS?
Os problemas aparecerão por 3 razxões. Somos livres para cometer erros, e a maioria dos problemas é resultado de um abuso da nossa liberdade.
Em segundo lugar, os problemas surgem porque as outras pessoas têm liberdade e também cometem erros.
Em terceiro lugar, vivemos num mundo pouco eficiente. A Bíblia afirma que quando Adão e Eva pecaram, a natureza foi amaldiçoada. O livro de Jó nos encoraja a confiar em Deus apesar das tribulações que
enfrentamos. O livro de Jó pode ser resumido em três idéias centrais.
II. CONFIE EM DEUS QUANDO AS COISAS ANDAREM MAL
A palavra chave aqui é coisas. Se você lê os tres primeiros capítulos de Jó,
vai reparar que a vida de Jó desabou. Toda segurança material dele desapareceu de uma hora para outra.E
reparem que Jó não disse: O Senhor deu e os ladrões levaram. Ou: O Senhor deu e a geada matou. Ele disse Jó 1:21: O Senhor deu, o Senhor tomou. Bendito
seja o nome do Senhor. Por isso, quando as coisas forem desfavoráveis, confie no Senhor.
Filhos mortos. Doença. Esposa com problema mental. Ainda assim, Jó confiou no Senhor. Talvez você esteja atravessando um vale da sombra da morte hoje. Não deixe suas dificuldades derotarem você. Confie em Deus. Confie em Deus quando as coisas andarem mal.
III. CONFIE EM DEUS QUANDO FICAR DESILUDIDO COM AS PESOAS (JÓ 4:37)/
Os capítulos 3 e 4 de Jó podem ser resumidos assim: confie em Deus quando as pessoas o desapontarem . A palavra-chave é pessoa. Se você lembrar a história, 3 amigos visitaram Jó e do capítulo 4 ao 37, eles o atacam, criticam e tentam analisá-lo. E durante esse convívio, o pensamento de Jó foi: Se eu pudesse falar com Deus. “Se eu tivesse um mediador entre eu e Deus. Há algo estranho em toda essa situação. Eu não estou em pecado.” Jó chamou seus amigos de miseráveis tamanho desespero que provocaram nele.
Uma das coisas que precisamos entender é que os piores problemas que enfrentaremos serão provocados por pessoas. Jesus teve mais problemas com a sua família do que com os outros. João 7:5:
Em Marcos 6:3 ficamos sabendo que Maria e José tiveram um relacionamento normal como esposos após o nascimento de Jesus. Jesus teve irmãos e irmãs. Mas em Marcos 3:21, ficamos sabendo que nem seus próprios irmãos criam nele.
IV. CONFIE EM DEUS MESMO QUANDO ELE NÃO FALAR COM VOCÊ
Durante 37 capítulos, Deus não falou com Jó, mas ele estava lá. Não confunda o silêncio de Deus com a sua ausência. Deus sabe quando falar e ele está sempre presente. O silêncio de Deus frequentemente é terapêutico e durante a sua duração que Deus nmos amadurece. Do capítulo 38 ao 42, aprendemos a confiar em Deus mesmo quando ele não fala conosco. Hebreus 13:5 é uma promessa de Deus e ela afirma:
Deus então está muito perto de nós. Em Atos 17, Paulo afirma que Deus não está distante de nós.
Confie em Deus quando as coisas não correrem bem para você.