domingo, 20 de setembro de 2009

Amigos são para sempre... até no céu

Guardo comigo as marcas indeléveis daquele que foi um grande companheiro, amigo, pastor e confidente. Certamente que o tempo mostrará que êle veio fazer duas coisas aqui na terra: manchete e história. Manchete, porque êle já o era em qualquer lugar que fôsse tinhamos até que protegê-lo, mas êle nunca se negou a dar uma palavra, uma entrevista quando se tratava de proclamar o Evangelho. História - A sua vida já era um livro e por mais que escrevêssemos vai sempre faltar alguma coisa, algum detalhe. É só ver o que as pessoas falam dele agora. Milhares! Sabe, Thereza, eu me surpreendo com as pessoas. Algumas delas estão "jogando pétalas" agora, quando antes "atiravam pedras" mas eu nunca deixei de admirá-lo quando ainda estava entre nós e por esta causa fui tb atingido muitas vezes. Amigos são para sempre... Até no céu. Abcs, Flavio Lima(22)9917-3287