segunda-feira, 21 de setembro de 2009

As aulas na convivência

Não posso deixar de registrar o meu reconhecimento e gratidão a Deus pela vida do Pr. Fanini.
Em 1978, deixamos a Palavra da Vida, minha esposa, eu e nossos filhos, e a convite seu fui trabalhar com os jovens da PIBN, participando do staff, também como encarregado encontrar uma propriedade para a construção do acampamento da igreja (pela minha experiência dos anos em Palavra da Vida).
Lembro-me que nessa época ele estudava a Bíblia com a igreja, livro por livro, capítulo por capítulo e versículo por versículo, como o próprio falava sempre do púlpito. Os jovens seguiam aos Domingos e Quartas feiras esses estudos, tomando nota de tudo em cadernos que guardavam cuidadosamente. Muitas vezes conversávamos a respeito desses estudos em nossos encontros. Foi um tempo gostoso de comunhão e aprendizado. Tempo para ser lembrado.
No final de 1986 deixei o ministério da PIBN para assumir Atletas de Cristo de tempo integral, e como escrevi à igreja ao sair, sou grato a Deus por ter sempre contado com o seu apoio.
Se necessitávamos usar as instalações da igreja para os cultos anuais de aniversário, ou as dependências do acampamento para alguma programação com atletas, podíamos contar com ele. Também foi assim com os Novos Testamentos O Mais Importante é o Amor, os quais sempre pudemos distribuir para os atletas que iam chegando para nossas reuniões e que não tinham Bíblias.
Sou grato a Deus pela sua vida, pelas lições que pude aprender nos bons e maus momentos.
À família Fanini, deixo as palavras de Paulo em II Cor. 4:1 - “Ele é quem nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, pela consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.”

Pr. Zick – Junta de Missões Mundiais/Atletas de Cristo – Portugal.